Vagas para Babás – Com treinamento

Mother coaxing son in blue high chair to eat

A Excellence Care está em busca de mulheres que desejam trabalhar como babá. A empresa treina todas as candidatas a babá e as deixa prontas para as famílias que procuram uma babá de excelência.

É importante que as mães lembrem que não existe a melhor babá do mundo. Existe aquela ideal para a sua família. E na Excellence Care você certamente vai encontrar a babá sob medida para a sua família e o seu bebê.

No curso de babá as candidatas recebem, entre outras coisas, noções básicas de primeiros socorros, de higiene e de saúde infantil, orientação para prevenção de acidentes domésticos e sobre brincadeiras e estímulos para cada fase da criança. Com o curso as babás se sentem mais importantes e as mães, mais seguras.

Mande seu currículo para [email protected] ou ligue (61) 8184-0069.

A seguir, algumas dicas para contratar uma boa babá:

Qual é o limite da babá?
É importante que elas respeitem o fato de que a mãe é a mãe, mesmo que a babá saiba mais sobre os cuidados com crianças. A situação complica quando os pais dão instruções que a babá desaprova. Neste ponto, a babá precisa decidir se o emprego compensa.

Muitas mães sentem-se culpadas por trabalhar fora e deixar os filhos com babás. Como resolver essa questão?
A mãe precisa abraçar as escolhas que fez e se sentir bem, se foi o que ela decidiu para sua vida. O importante é fazer a escolha certa da babá. Quando as mães podem sair para trabalhar sabendo que suas crianças estão em boas mãos e têm uma vida divertida, segura e feliz, lidam melhor com isso.

Mas lidar com o ciúmes não é uma tarefa fácil…
Se a mãe se sente confiante e mantém um bom relacionamento com seus filhos, ela não vai sentir ciúmes da babá. É extremamente importante que a criança mantenha um laço forte com a babá, porque é quem cuida das suas atividades rotineiras. A mãe
vai se sentir feliz e mais segura com essa situação. Mesmo que isso signifique que eles chamem a babá de mãe por um tempo, isso vai passar. A criança sempre sabe quem é sua verdadeira mãe.

Uma babá para cada idade

0 a 1 ano – Cuidadosa
A babá precisa ser calma e estar atenta aos muitos cuidados que um bebê exige. Ter segurança para carregá-lo ou trocá-lo. Pode ser uma pessoa com mais experiência. Em alguns casos, como os de bebês prematuros, babás-enfermeiras estão mais preparadas para auxiliar os pais.

1 a 3 anos – Bem-disposta
É uma fase difícil. Além de cuidar da criança, precisará de fôlego para ajudá-la a engatinhar e andar. Tem de estimulá-la e ser quase uma sombra, afinal, o perigo está ao alcance da mão ou no próximo degrau de escada.

4 a 6 anos – Companheira
Ela pode ajudar em algumas situações do seu desenvolvimento, lendo histórias, por exemplo. Além disso, precisa estar afinada com a opinião dos pais a respeito de assuntos polêmicos, como perguntas sobre sexualidade.

Depois dos 6 – Observadora
Além de ser companheira, a babá precisa ficar atenta ao comportamento da criança, que passa por grande desenvolvimento intelectual. Ter aptidões, como saber navegar na internet, e ter noções de segurança online é interessante.

Mande seu currículo para [email protected] ou ligue (61) 8184-0069.

Fonte: Revista Crescer