Semana Mundial do Aleitamento Materno 2016 (SMAM) debate a relação entre amamentação e sustentabilidade

Com o slogan “Aleitamento Materno: Presente Saudável, Futuro Sustentável”, o tema da SMAM chama a atenção para o quanto a amamentação pode contribuir para a construção de um mundo melhor.17odssmam2016

Comemorada mundialmente na primeira semana do “Agosto Dourado”, mês escolhido para apoio e promoção do Aleitamento Materno, este ano o convite é para reflexão sobre o quanto amamentar vai de encontro aos objetivos globais de sustentabilidade.

Segundo a Pediatra e Consultora Internacional em Aleitamento Materno, Dra. Ana Maria Calaça Prigenzi, muitas mamães provavelmente não pararam para pensar que quando amamentam contribuem para a saúde e qualidade de vida do seu filho e, também, para a construção de um futuro sustentável e de um mundo melhor.

“Para fazer esta reflexão podemos partir de um item básico: leite materno não precisa de embalagem, ou seja, não gera resíduos ao meio ambiente. Este é só um exemplo, mas a questão é muito mais ampla e está totalmente ligada a tal sustentabilidade que tanto ouvimos falar”, destaca a pediatra.

De acordo com artigo da elaborado por Fabiana Cainé Alves da Graça (Farmacêutica, IBCLC, Membro da IBFAN Brasil) e Cláudia dos Reis Lisboa Novaes (Nutricionista, Mestre em Nutrição Humana Aplicada), “amamentar é reduzir morbidades, mortalidade, desigualdades, violência, danos ambientais. Amamentar é promover a vida e a saúde e melhorar sua qualidade, é intensificar as relações sociais, é um resgate cultural da condição humana, é segurança alimentar e nutricional, é reduzir impactos ambientais, é sustentável”.

O texto destaca ainda que a Semana Mundial do Aleitamento Materno 2016 discute a relação entre aleitamento materno e sustentabilidade e sua prática como parte essencial para o alcance dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável. No ano 2000, líderes mundiais e a ONU (Organização das Nações Unidades) reuniram se para definir metas cujo objetivo era promover uma parceria para a redução da pobreza extrema.

Ainda conforme o artigo, “amamentar é um ato de cidadania, indispensável à saúde humana e à preservação da espécie e do planeta. Amamentar é econômico, cultural, é orgânico, é natural, é uma prática sustentável que precisa ser apoiada, incentivada e protegida. Qualquer outra prática de alimentar crianças pequenas, principalmente as lactentes, com substitutos do leite materno impacta de forma negativa todas essas metas, dificultando seu cumprimento. Apoiar, incentivar e proteger o aleitamento materno é proteger a vida na Terra. É sustentabilidade. É direito e papel de todos”.

Fica o convite! Abrace esta causa. Incentive, apoie, divulgue!

wbw2016-logo-por

Fiquem com nossa galeria de mamães Personal Mamãe Bebê amamentando!

mamaes_personal mamae bebe_amamentação mamaes_personal mamae bebe_amamentação002