Quando ele não quer mais mamar

Embora a Organização Mundial da Saúde (OMS) recomende estender o aleitamento materno até os 2 anos ou mais, grande parte das mães não consegue atingir esse período pelos mais variados motivos. O autodesmame pode ser um deles.

É mais comum em bebês maiores, que já estão engatinhando ou andando. Em geral, eles acabam seduzidos pelos novos alimentos que passam a fazer parte do seu cardápio.

Perder espontaneamente o interesse pelo peito é sinal de que a criança está pronta para ingressar em uma nova fase do desenvolvimento, explicam os pediatras.

Sinais de que o bebê está pronto para dispensar o peito:

  • Demonstrar apetite por uma grande variedade de alimentos,
  • Adormecer ou se distrair com brincadeiras no momento da mamada,
  • Aceitar que a mãe não o amamente em determinadas situações – como um passseio ou uma reunião em família,
  • Se consolar de frustrações com outras demonstrações de carinho, como um bom colinho ou chamego.

O fundamental é criar uma nova rotina, em que o carinho, a atenção e o amor continuem tão presentes quanto antes. Por isso, sempre que puder, faça questão de dar o leite no copinho para ele.

copinho-bebe

Mesmo depois que o aleitamento no peito termina, só você é capaz de nutrir seu bebê com a coisa mais importante do mundo para ele: o amor de mãe.

Fonte: Claudia Bebê e Pais e Filhos